quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Conversa entre mulheres


Minhas queridas:

                  Quando fiz 50 anos comecei,a pedido da minha médica,a fazer meus exames anuais de rotina:
  mamografia,preventivo,endo-vaginal e densiometria óssea.
                   Sempre me orgulhei de dizer: meu  sistema reprodutor (e leiteiro) é perfeito, igual ao da minha mãe:herança bendita.
                   Há 3 dias fui pega de surpresa: minha mamografia dera uma alteração não detectada na do ano passado.
                   Mostrei o exame ,que trazia a sugestão: faça uma ultrassonografia.Minha médica concordou e pediu
urgência.Aqui no Brasil( espero não estar sendo injusta) isso significa esquecer o plano de saúde( que só poderia me
atender em final de fevereiro) e pagar um exame.Pra isso,escolhi o melhor médico( na minha opinião) da cidade:
Dr. Marcelo ,da Ecoar.Eu o conheci há 4 anos quando fui fazer um ultrassom do abdomen;nele se encontram ,
na minha vesícula,pedrinhas adormecidas.O exame minucioso e o relatório perfeito me seduziram.E virei fã de
carteirinha desse jovem médico( que deve ter a idade do meu filho mais velho).Em 24 horas,( durante as quais sofri
angústia  ,medo, preocupação,)fui atendida por ele.
                  Acabo de voltar pra casa com a melhor das notícias: ele não detectou nada( depois de quase uma hora de exame)
e explicou: são três procedimentos  padrões: a apalpação,a mamografia e a ultrassonografia.Ele me recomenda fazer
outra mamografia daqui a 6 meses.Mas devo falar com minha ginecologista e ver o que ela acha.Abracei-o( em minha
mente) e agradeci aliviada.Minha pressão retornou aos 12 por 8,minha dor no peito se despediu..Cantando,entrei
num bom restaurante e me presenteei com um gostoso almoço.Em casa tirei da geladeira o doce de laranja diet,que
guardo pra ocasiões especiais.
                  Depois do alívio e da comemoração,me veio o sentimento de gratidão:estou bem.O susto foi só isso,um susto.
                   Amanhã volto a fazer planos para  o Natal junto a meu filho,norinha e netinhos.
                  E  vocês,minhas queridas: cuidem-se,sem deixar nada para amanhã.Carpe diem.

Beijos amigos e compartilhantes da maria neusa


2 comentários:

  1. Feliz por e com você! Entrei na marotona desses exames. Aos 53 anos, as coisas começam a acontecer em nosso corpo. Como o sinto tão presente! É muito bom estar viva! Só isso é o bastante. Beijos

    ResponderExcluir