quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

O DESALENTO DO ANJO

Angelus Novus é uma aquarela do pintor suíço Paul Klee.Na pintura ,uma desajeitada figura angélica parece voar em marcha ré,com os olhos fixos no caminho que vai deixando para trás.
Walter Benjamim,filósofo alemão (1982 - 1940) escreveu sobre ela: " O anjo da história deve ter esse aspecto.Seu rosto está dirigido para o passado.Onde nós vemos uma cadeia de acontecimentos,ele vê uma catástrofe única,que acumula incansavelmente ruína sobre ruína e as dispersa a nossos pés.O anjo gostaria de deter-se para acordar os mortos e juntar os fragmentos.Mas uma tempestade sopra do paraíso e prende-se a suas asas com tanta força que ele não pode mais fechá-las.Essa tempestade o impele irresistivelmente para o futuro,ao qual ele vira as costas,enquanto o amontoado de ruínas cresce até o céu.Essa tempestade é o que chamamos de progresso."
Li essa reportagem na revista Vida Simples de dezembro/ 2010 e fiquei impressionada: escrita há mais de sessenta anos ela continua real: as ruínas da humanidade se acumulam muito e tanto ,que vai nos sufocar e extinguir.Não gosto de ficar de braços cruzados assistindo meu planeta ruir.Convido a todos para um reflexão: o que estou fazendo( ações) para impedir que isso aconteça? Eu tenho consciência da minha importância: meus pequenos gestos cotidianos de cuidado com meu meio ambiente e minha gentileza com o outro ser humano são escolhas.Eu as transformo em ferramentas de regeneração desse anjo desalentado: quero fazê-lo acreditar que é possível: vamos transmutar o caos em paraíso.AQUI E AGORA.

ESCREVI ESSE TEXTO HÁ CINCO ANOS E CONTINUA ATUAL.
ACREDITO NO SER HUMANO E SEI QUE AÇÕES SE TORNAM REALIDADE EM TODO MUNDO,BUSCANDO TRANSFORMAR O CAOS EM PAZ.
MARIA NEUSA GUADALUPE EM 2016

terça-feira, 22 de novembro de 2016

EMPRÉSTIMO







                   Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só.

Caio Fernando Abreu

ELA LEU E RELEU.E MERGULHOU.

MARIA NEUSA EM 22 DE NOVEMBRO DE 2016
maria neusa e CAIO FERNANDO ABREU

DESCOBERTA







                                 " ELA COLECIONA ATREVIMENTOS,E CHOCA AQUELA GENTE
           CHEIA DE PUDOR QUE NÃO OUSA SER DONA DO PRÓPRIO
           DESTINO."

      ELA COMPROU O LIVRO DE ZACK MAGIEZI E SE RECONHECEU NESSA
      FRASE.FOI PRA VIDA SORRINDO....NÃO ESTÁ MAIS SOZINHA.

MARIA NEUSA GUADALUPE EM 22 DE NOVEMBRO DE 2016
maria neusa e ZACK MAGIEZI

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

CORTE,ERRE,APRENDA E EMBELEZE





                           

CORTE,ERRE,APRENDA E EMBELEZE-AMADEU MENICONI



              CORTO
              A DOR DO NÃO.
              JORRA O SANGUE
              E ME INUNDA
              E ME ARRASTA
              COMO UM RIO FEROZ.

              ERRO
              E ME DEBATO
              DE ENCONTRO ÀS PEDRAS AFIADAS
              DO MEU NÃO-SEI-QUEM-SOU

             APRENDO
             CORTES VÊM E VÃO
              ERROS ,SEMPRE ERRANTES
              E O QUE SOU HOJE
              AMANHÃ NÃO SEREI MAIS

              EMBELEZO
              MINHA ESCOLHA
              DE ACOLHER
              MINHAS DORES
              MINHAS BUSCAS
              MINHA IGNORÂNCIA DE MIM MESMA.

              EMBELEZO
              APRENDO
              ERRO
             CORTO
             UM SÓ MOVIMENTO.
             E A PROMESSA: SOU,HOJE,E ISSO ME BASTA.


MARIA NEUSA GUADALUPE EM 16 DE NOVEMBRO DE 2016 A PARTIR DO DESENHO
DE AMADEU MENICONI- GRATIDÃO,SOBRINHO QUERIDO.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

LUZ






                          

                                           TEMPESTADE! A ENERGIA ELÉTRICA,ASSUSTADA,FUGIU.
            ELA DEITOU-SE E TENTOU MEDITAR.
            UMA VELA ACESA,NUMA XÍCARA:" MÃE,NÃO SABEMOS
             QUANDO A ENERGIA VAI VOLTAR."E SAIU,DEIXANDO A VELA
              SOBRE A MESA.ELA SORRIU!JÁ VOLTOU,FILHO.ESSE SEU
             GESTO ILUMINOU TUDO DENTRO DE MIM.

MARIA NEUSA EM 30 DE OUTUBRO DE 2016

terça-feira, 25 de outubro de 2016

APESAR DE










                  a dor desnorteia
                 o peito apertado sufoca
                 explodindo apoio e incentivo

maria neusa em 25 de outubro de 2016

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

O PRESENTE DESEMBRULHADO

      






        
Não é preciso agendar, entrar em fila, contar com a sorte, acordar cedo para pegar senha: a possibilidade de recomeço está disponível o tempo todo, na maior parte dos casos. Não tem mistério, ela vem embrulhada com o papel bonito de cada instante novo, essa página em branco que olha pra gente sem ter a mínima ideia do que escolheremos escrever nas suas linhas.
O que é preciso mesmo é coragem para abrir o presente.
Ana Jácomo 


Para Carlos Henrique,Iara e Gael,que desembrulharam o presente.

MARIA NEUSA em 21 de outubro de 2016