quinta-feira, 10 de março de 2011

Descoberta


TODAS >

> As exóticas aguçam fantasias.
> As magras e altas deslizam como brisa pelos corredores.
> E o que dizer das tímidas e caladas?
> Será que se guardam para o bote fatal?
> As grávidas.
> Ah! As grávidas;
> Elas merecem os céus.
> Tenham paciência com as tagarelas
> Porque muitas vezes são sinceras.
> As gordas abrigam ternuras insuspeitáveis.
> As exuberantes espalham estilhaços de juventude
> E os dias se alongam de prazer.
> As atrevidas também são indispensáveis;
> Espargem faíscas sobre os indiferentes.
> Impossível não admirá-las
> Com as suas doces falas!
> Como dar de ombros?
> São todos os assombros!
> Como não querê-las?
> Todas estrelas! Todas. ( Outubro, 2006)

-Jovino A. de Moura Filho

-No dia 8 de março eu estava exilada,pela chuva,num sítio,onde fui passar o carnaval.O sol não apareceu mas as conversas,as risadas,as comidas gostosas,os jogos de buraco fizeram com que todos  se esquecessem da piscina cada dia mais cheira de água da chuva,que caía sem trégua.Tão logo cheguei em casa,fui ler meus emails e encontrei esse poema,que me foi enviado no dia internacional da mulher.E descobri,com alegria,que Jovino,meu amigo de infância e amigo tb depois que nos mudamos pra mesma cidade do interior de Minas -Lavras - é um poeta.Pessoas amigas são caixas de presente embrulhadas em várias camadas de papéis coloridos e delicados.Hoje,tirei mais uma camada e descobri uma preciosidade.Obrigada,amigo.

5 comentários:

  1. Puxa nunca tinha pensado nos amigos como caixas de presente,mas gostei muito, acho que é assim que foi olhar os meus amigos a partir de agora.
    O Texto é lindo, parabéns para o Jovino e para você por ter uma amigo sensivel assim (raros hoje em dia).
    Beijos

    Mariacininha

    ResponderExcluir
  2. O Jo, o nosso querido Jo escreveu essa beleza!!! Pois saber disso é um verdadeiro presente...

    ResponderExcluir
  3. faz um tempo que venho te reconhecendo assim: pacote de papel sendo desembrulhado e descobrindo novas camadas. Adorei o poema e fiquei emocionada ao descobrir que foi um homem quem o escreveu.Longe se ser preconceituosa ou qq coisa do genero. Simplismente admiração! Bjs femininos.

    ResponderExcluir
  4. olá,

    ontem o Jardim dos Sonhos passou a marca das 30.000 visitas. Para comemorar, estou distribuindo um selinho a todos meus seguidores, pois foram vocês que me ajudaram a atingir esse número. Obrigada!

    Beijinhos,
    Clau

    ResponderExcluir
  5. Sensivel como a folha de seda ... homens, mulheres, familia, amigos ... surpresas para todos os dias !

    beijos saudosos da norinha, Iara

    ResponderExcluir